SEF deteta trabalhadores ilegais em Ferreira do Alentejo e nas praias de Albufeira

Empresas que empregavam os trabalhadores em situação ilegal foram multadas

Quatro trabalhadores estrangeiros, numa exploração agrícola em Ferreira do Alentejo, e dois vendedores ambulantes nas praias do concelho de Albufeira, também estrangeiros, todos «em situação irregular em território nacional», foram detetados pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em duas operações.

No caso de Ferreira do Alentejo, a operação de fiscalização foi realizada pela Autoridade para as Condições de Trabalho, em conjunto com a Guarda Nacional Republicana (GNR). Os quatro trabalhadores foram notificados «para abandono voluntário do Espaço Schengen, no prazo de 20 dias».

O SEF acrescenta que, «ao todo, no local, encontravam-se 14 cidadãos estrangeiros, nomeadamente oriundos da América do Sul e Leste Europeu».

Pela utilização de mão de obra ilegal, «serão instaurados às entidades empregadoras os respetivos procedimentos contra ordenacionais».

No Algarve, em duas praias do concelho de Albufeira, o SEF, em conjunto com a Polícia Marítima e a GNR, levou a cabo várias ações de fiscalização a vendedores ambulantes, durante as quais foram identificados 15 cidadãos estrangeiros. Dois deles encontravam-se em situação de «permanência irregular, pelo que foram notificados para abandonar o território nacional».

Foram ainda instaurados dois processos de contra ordenação a dois cidadãos estrangeiros por estarem a «exercer uma atividade profissional independente sem habilitação para o efeito», acrescenta o SEF.

Comentários

pub
pub