Milfontes e Odeceixe vão E.S.T.A.R animadas com teatro e artistas de rua

Todos os espetáculos têm entrada gratuita

O Festival E.S.T.A.R – Encontros de Teatro e Animação de Rua vai Animar o Verão, em Vila Nova de Milfontes, no concelho de Odemira, nos dias 20 e 21 , para depois dar um salto a Odeceixe, entre os dias 22 e 24 de Agosto.

Esta iniciativa de teatro e animações de rua «abrange variadas áreas artísticas teatro de marionetas, conta contos, teatro de andas, teatro de objetos, clown e malabarismo, animações itinerantes, entre outras», segundo a Câmara de Odemira.

Em Vila Nova de Milfontes, nos dois dias de evento vão ser apresentados quatro espetáculos, dois por dia, sempre no forte de São Clemente.

No dia 20, às 22h00, Rudolfo Castro dá o pontapé de saída para o festival como espetáculo “O pior contador de histórias do mundo”. Segue-se, às 23h00, a atuação de José Ramos, que apresentará a peça “o Intérpido Silva”.

No dia 21, Jorge Rocha vai protagonizar uma performance musical, às 22h00, e o festival encerra com o espetáculo “La Kermesse”, por Ale Risório, com início marcado para as 23h00.

Segue-se a passagem por Odeceixe, nos três dias seguintes.

No dia 22 da Agosto, a ação do festival começa no areal da praia, com a perfomance “Por Seixe acima, vamos lá estar!”, às 16h30.

Segue-se às 19h00, a atuação “A Verde”, no Miradouro, e o teatro de marionetas “A farsa do sapateiro”, no Largo, às 22h00.

A 23, o miradouro da praia acolhe o espetáculo “O Intérpido Silva”, seguindo-se Jorge da Rocha (22h00, Largo), Teatro D. Roberto  (22h30, Igreja) e “La Kermesse” (23h00, Largo)

O último dia de festival começa com o concerto “Pouca Terra”, no Kioske Agapito e continua com o espetáculo “Clássicos Excêntricos” (22h00, Largo), “O pior contador de histórias do mundo” (22h30, Igreja), uma batukada itinerante de Santuka (23h00, Largo) e a festa de encerramento, com o DJ A minha vida dava uma banda sonora (00h00, Grupo Desportivo).

O E.S.T.A.R, promovido pela Mãozorra Associação Cultural, é um evento cultural inteiramente gratuito que procura espaços públicos singulares para promover diversos espetáculos de teatro e outras animações de rua.

«Articulados com as rotinas de turistas e habitantes, os espetáculos procuram intersectar e proporcionar momentos de entretenimento espontâneo no espaço público», concluiu a Câmara de Odemira.

Comentários

pub
pub