Greve dos Motoristas de Matérias Perigosas acaba de ser desconvocada

Sindicato fez anúncio em Aveiras após sete dias de greve

A greve dos motoristas de matérias perigosas acaba de ser desconvocada, anunciou Francisco São Bento, presidente do Sindicato que era, neste momento, o único a manter a paralisação começada a 12 de Agosto.

Ao longo dos sete dias de greve, o Algarve foi a região mais afetada, devido ao facto de ser Agosto, mês em que a população triplica, por causa dos turistas e outros veraneantes.

A decisão de desconvocar a greve foi anunciada no final de um plenário de trabalhadores do sindicato, que decorreu esta tarde em Aveiras de Cima e que durou cerca de três horas.

No entanto, no plenário, os motoristas mandataram a direção do Sindicato para, «caso a Antram demonstre uma postura intransigente», na reunião agendada para terça-feira, tomar medidas como «a convocação de greves às horas extraordinárias, fins de semana e feriados», até que os interesses dos motoristas sejam efetivamente assegurados.

A paralisação tinha sido convocada de início pelo Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas e pelo Sindicato Independente dos Motoristas, mas este último desconvocou o protesto na quinta-feira à noite, após um encontro com a Antram, sob mediação do Governo.

Comentários

pub
pub