Rogério Bacalhau mantém confiança no seu vice Paulo Santos

Presidente da Câmara de Faro coloca-se ao lado do seu vice-presidente, que está a ser investigado pela PJ no caso “Mercado Livre”

O presidente da Câmara de Faro Rogério Bacalhau reiterou «a sua confiança em todos os elementos que compõem o Executivo Municipal, Gabinete de Apoio, Empresas Municipais e Serviços Camarários», na sequência das buscas realizadas hoje por elementos da Polícia Judiciária na autarquia e na empresa municipal Ambifaro, no âmbito da operação “Mercado Livre”.

Em comunicado, a autarquia confirmou que uma equipa de inspetores da PJ esteve presente nas instalações da Câmara Municipal de Faro e da Ambifaro, Gestão de Equipamentos Municipais – Empresa Municipal, «munida do competente auto de busca».

Também admitiu que foram interrogados, pelas autoridades, Paulo Santos, vice-presidente da autarquia, e Sandra Ramos, presidente da Ambifaro, que responderam «integralmente» às perguntas que lhes foram feitas.

Os elementos da Judiciária solicitaram, igualmente, «documentos relativos à atividade da autarquia e da empresa municipal, bem como comunicações electrónicas», elementos que foram «prontamente cedidos pelos serviços».

Rogério Bacalhau garantiu, ainda, a sua «total disponibilidade para colaborar com as autoridades».

Na investigação que levou a PJ à Câmara e à Ambifaro, estão em causa «os crimes de participação económica em negócio, corrupção passiva e ativa, peculato, prevaricação e abuso de poderes», segundo revelou a Polícia Judiciária, que anunciou a constituição de quatro arguidos.

Esta é uma outra operação, diferente da Tutti Fruti, na qual a Câmara de Faro também foi alvo de buscas, em Junho do ano passado.

 

 

Outras notícias relacionadas:

PJ faz buscas na Câmara de Faro, Paulo Santos é um dos visados

Ministério Público confirma buscas na Câmara, AmbiFaro e Mercado

Há quatro arguidos na operação “Mercado Aberto” em Faro

Comentários

pub
pub