Peixe-viola muito raro capturado e libertado vivo na Ria Formosa

Captura aconteceu quando um pescador, o senhor Rodrigo, baseado na doca de Faro, recolheu as suas redes de pesca

Um exemplar de peixe-viola (Glaucostegus cemiculus), uma espécie muito rara e ameçada, foi capturado e libertado vivo na Ria Formosa.

«Este é um acontecimento muito raro, pois a espécie é considerada ameaçada pelo estatuto da União Internacional para a Conservação da Natureza e já desapareceu de muitas regiões onde antes a sua presença era comum», explica o Centro de Ciências do Mar (CCMar) da Universidade do Algarve.

A captura aconteceu quando um pescador, o senhor Rodrigo, baseado na doca de Faro, recolheu as suas redes de pesca.

O peixe-viola foi recolhido por Tiago Gomes, do Centro de Ciência Viva de Faro, que tirou algumas fotografias e o devolveu de imediato à natureza.

«A partir das fotografias, os nossos investigadores conseguiram identificar a espécie, concluindo que pertence à família das raias e tubarões. Devido à baixa capacidade reprodutiva é particularmente sensível à exploração excessiva», explica o CCMar.

Como foi um acontecimento importante e raro, o CCMar chama a atenção para que, em caso de captura, esta espécie seja libertada ilesa na zona onde foi capturada.

Comentários

pub
pub