Orçamento Participativo de Silves entra na segunda fase

Sugestões dos munícipes podem ser dadas online

Foto: Fabiana Saboya|Sul Informação

A 2ª fase do Orçamento Participativo, promovido pela Câmara Municipal de Silves (CMS), está a decorrer até ao dia 15 de Agosto. Nesta fase, os munícipes que não participaram nas sessões públicas realizadas em Maio, nas diversas freguesias, poderão pronunciar-se sobre os investimentos que considerem prioritários para a freguesia e/ou concelho através do preenchimento de um inquérito online, e em papel, nas Juntas ou Uniões de Freguesias e serviços de atendimento da Câmara Municipal.

Segundo explica a Câmara de Silves, «este inquérito permitirá recolher a opinião sobre a área de intervenção municipal e sobre os investimentos que se consideram prioritários no território, para além da avaliação do trabalho da Câmara Municipal, nas respetivas áreas de intervenção».

De acordo com Rosa Palma, presidente da Câmara Municipal de Silves, o objetivo do Orçamento Participativo é o de «reforçar os laços de cooperação entre cidadãos e eleitos locais, partilhando anseios e responsabilidades, garantir o aprofundamento dos valores democráticos, num quadro de gestão mais eficiente, aberta e transparente».

A autarca acrescenta que «todo o envolvimento e processo de consulta, visa contribuir para o melhor funcionamento da autarquia e eficiente aproveitamento/aplicação dos recursos, definindo e respeitando prioridades, com o desígnio último de elevar os níveis de bem-estar das populações e o desenvolvimento do território do concelho de Silves».

Em Outubro, será promovida uma segunda ronda Assembleias Participativas nas várias freguesias com o objetivo de debater as propostas rececionadas, haverá também encontros com as associações e coletividades do concelho e sessões de trabalho com as Juntas/Uniões de Freguesia e com os partidos políticos com representação na Assembleia Municipal.

O formulário pode ser preenchido aqui.

Comentários

pub
pub