Escola de Portimão volta a dizer se “Há UV na praia”

Projeto Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes vai para o quarto ano de existência

O projeto “Há UV na praia” volta a estar presente em praias de Portimão, Lagoa e Lagos, para alertar os banhistas para o índice de raios ultravioletas que se faz sentir.

Esta é uma iniciativa do Agrupamento de Escolas Manuel Teixeira Gomes, de Portimão, que está presente pelo quarto ano consecutivo nas praias da Rocha e do Vau (Portimão), Praia Grande (Lagoa), Meia Praia e praia de Porto de Mós (Lagos).

Através de cinco bandeiras com cinco cores distintas, relativas, cada qual, a um índice de UV, os responsáveis pelo projeto informam diariamente os banhistas sobre a intensidade desta radiação. Quanto mais alto for o indíce, maiores cuidados é preciso ter.

No meio disto tudo, as concessões de praia «são o elo fundamental para o sucesso do projeto», tendo em conta que são os seus responsáveis que  hasteiam as bandeiras que indicam o estado solar de radiação UV «com a cor adequada de acordo com a variação do índice ultravioleta ao longo do dia».

Após três anos de implementação do projeto e recolha de dados, já foi possível chegar a algumas conclusões. « O pico máximo do iUV (índice ultravioleta) muito alto (bandeira vermelha) foi registado nos meses de Junho e de Julho do Verão de 2016. No Verão de 2017 o valor máximo do iUV ocorreu só no mês de Setembro. Nenhum dos meses do Verão de 2018, registou, de forma significativa, iUV muito alto», segundo os responsáveis pelo projeto.

Agora, a ideia é alargar o projeto a outras praias do Algarve, para as tornar «mais seguras, de forma a desenvolvermos comportamentos adequados para uma exposição solar amiga do nosso corpo».

Comentários

pub
pub