Docapesca removeu barcos do fundo da Ria de Alvor [com fotos]

Embarcações foram descobertas pela empresa que está a fazer dragagens na Ria de Alvor

A Docapesca removeu duas embarcações que estavam afundadas na Ria de Alvor, na zona onde está a decorrer uma ação de dragagem.

O empreiteiro que está a levar a cabo a intervenção de desassoreamento da Ria de Alvor, uma empreitada da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), comunicou a existência destes dois barcos, no fundo desta zona lagunar, «em área de jurisdição da Docapesca», segundo revelou esta empresa.

«De modo a que os trabalhos de dragagem pudessem ser devidamente executados naquela zona, a Docapesca procedeu à remoção das embarcações, envolvendo mergulhadores e outros meios para a reflutuação e desmantelamento das embarcações, operação que representou um custo de 22 mil euros», acrescentou.

Os destroços das duas embarcações foram encaminhados para zona de deposição temporária e seguiram posteriormente para aterro.

 

Fotos: Docapesca

Comentários

pub
pub