Centro ocupacional ajuda a integrar pessoas com deficiência de Ourique

Centro de Atividades Ocupacionais de Ourique já está em obra

Promover a valorização pessoal e a integração social de pessoas com deficiência, «de forma a permitir-lhes o desenvolvimento possível das suas capacidades», é o grande objetivo do projeto do Centro de Atividades Ocupacionais (CAO) de Ourique, que irá ser criado em Grandaços.

Esta é, segundo a Câmara de Ourique, que desenvolve o projeto em parceria com a Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas e Solidariedade Social de Almodôvar, Castro Verde, Ourique (Cercicoa), «uma resposta social destinada a desenvolver atividades para jovens e adultos com deficiência grave a profunda».

«O projeto passa pela adaptação do Centro de Convívio de Grandaços, cedido pelo município, num edifício com as condições necessárias ao acolhimento de 10 pessoas com deficiência grave e profunda», descreve a autarquia.
Esta intervenção, que já está em curso, custa 64 mil euros, 85% dos quais são garantidos por Fundos da União Europeia.

Após a conclusão obra «prevê-se a criação de três a quatro postos de trabalho, num quadro de funcionamento pela Cercicoa em que está garantido a celebração de acordo com a Segurança Social para o seu funcionamento».

«Esta valência vem qualificar as respostas sociais existentes em Ourique numa iniciativa em que a conjugação de vontades foi decisiva para corresponder às necessidades das famílias do nosso território», concluiu a Câmara de Ourique.

Comentários

pub
pub