600 quilos de polvo pescado ilegalmente apreendidos em VRSA

Autoridades estão a apertar a malha à pesca de espécies sob proteção ou com restrições

A Polícia Marítima apreendeu em Vila Real de Santo António 600 quilos de polvo que tinha sido capturado de forma ilegal, no seguimento de uma operação realizada na madrugada e manhã de segunda-feira.

As autoridades têm vindo a apertar a malha em relação à pesca de espécies que se encontram sob proteção, com restrições de captura e em defeso, como bivalves, sardinha e polvo. A operação que decorreu no dia 29 foi outras das ações realizadas neste âmbito

O pescado foi encontrado numa embarcação de pesca comercial, do segmento do arrasto com portas, «que se encontrava em infração por ter efetuado uma viagem de pesca que decorreu durante todo o fim-de-semana, dirigida à captura de polvo», espécie que não se pode apanhar fora dos dias úteis.

Além disso, o Diário de Pesca Eletrónico do barco estava preenchido de forma deficitária.

Além de apreender o polvo, a Polícia Marítima levantou um auto que deu origem a um processo de contraordenação, que pode culminar na aplicação de uma multa entre os 600 euros e os 37,5 mil euros.

 

Comentários

pub
pub