Professor reformado detido por abuso sexual de crianças e pornografia de menores

Ainda não são conhecidas medidas de coação

Um professor reformado, com 71 anos, foi detido por ser suspeito de criar perfis falsos em redes sociais para aliciar menores para práticas sexuais, bem como de divulgar e partilhar fotografias e filmes pornográficos de crianças-

A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Sul, na sequência de uma investigação por pornografia de menores, recolheu elementos de prova que levaram à detenção, em flagrante delito, na zona de Lisboa, deste homem que é, então, suspeito da prática dos crimes de abuso sexual de crianças, pornografia de menores e aliciamento de crianças para fins sexuais.

«O detido criou inúmeros perfis em redes sociais, fazendo-se passar por um adolescente, para assim manter conversas de cariz sexual com jovens do sexo feminino, em alguns casos com idades inferiores a 14 anos, às quais solicitava o envio de vídeos e fotografias em poses pornográficas», diz a PJ.

Para facilitar o processo de atração, o antigo professor «partilhava fotos de jovens com idades aproximadas às das vítimas, em nudez integral e na prática de atos sexuais explícitos e adaptava o tipo de escrita e conversação àquela faixa etária».

A detenção ocorreu no âmbito de uma investigação tutelada pelo Ministério Público – Departamento de Investigação e Ação Penal de Albufeira.

O arguido, que não tem antecedentes criminais, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de medidas de coação.

Comentários

pub
pub