Estudo mostra como Algarve domina a procura e oferta de casas de férias

Cidades mais procuradas são Vila Real de Santo António (25%), Portimão (20%), Albufeira (16%), Silves (10%) e Loulé (10%)

O Algarve domina a procura e oferta de casas de férias em Portugal, conclui um estudo realizado pelo portal OLX. 

64,5% dos contactos feitos a anúncios na plataforma (procura) e 60,7% dos anúncios publicados (oferta) referem-se a imóveis daquela região

As cidades mais procuradas, este ano, para alugar casa de férias no distrito de Faro são Vila Real de Santo António (25%), Portimão (20%), Albufeira (16%), Silves (10%) e Loulé (10%).

Além de Faro, Setúbal (7,6%), Leiria (7%), Braga (4,2%) e Porto (2,9%) fecham o top 5 dos distritos mais procurados para alugar casa de férias. No entanto, comparando os períodos já referidos de 2018 e 2019, apenas Faro, Braga e o Porto tiveram um crescimento deste indicador.

Entre Janeiro e Maio de 2018 foram publicados 5381 anúncios nesta categoria de casas de férias, enquanto no mesmo período de 2019 foram publicados 5908 (+8,9%).

Em relação à distribuição da oferta por região, Setúbal (7,7%), Leiria (7,1%), Lisboa (6,6%) e Porto (4,1%) surgem logo após o Algarve que, como já referido, lidera também este índice.

Os maiores aumentos no preço médio por semana, comparando o período já mencionado de 2018 e 2019, registam-se em Santarém (41%), Beja (8%), Setúbal (7%), Faro (3%) e Leiria (1%). Os distritos com maior decréscimo neste indicador foram Coimbra (-16%) e Porto (-9%).

Por outro lado, analisando apenas 2019, Santarém (764 euros), Viana do Castelo (681 euros) e Braga (626 euros) apresentam os preços médios mais altos por semana, enquanto Coimbra (285 euros) e Leiria (381 euros) têm os preços mais baixos.

«Numa altura em que muitos portugueses, e não só, começam a iniciar os tão aguardados períodos de férias, considerámos importante revelar ao mercado alguns indicadores objetivos que ajudam a perceber as preferências dos nossos utilizadores no que respeita ao aluguer de casas de férias. Mesmo sabendo que até Julho ainda haverá alguma procura, não é difícil perceber-se que o Sul do país continua a dominar nesta categoria e que existem algumas surpresas agradáveis», analisa Andreia Pacheco, brand manager do OLX em Portugal.

Comentários

pub
pub