Especialistas discutiram modelos de uso do Parque Natural da Ria Formosa

Iniciativa realizou-se na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve

40 especialistas, de diversos setores da sociedade civil, empresas, administração e investigação, participaram, no passado dia 28 de Maio, numa oficina de trabalho que teve como objetivo discutir modelos de uso do Parque Natural da Ria Formosa.

A iniciativa, que se realizou na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, teve como finalidade «encontrar formas de uso que possam ser extrapoláveis para outras zonas húmidas de Portugal e Espanha e cuja aplicação será estudada ainda no decorrer do projeto AQUA&AMBI».

Durante o decorrer da reunião foi apresentado o projeto “AQUA&AMBI – Apoio à gestão de zonas húmidas do litoral do Sudoeste Ibérico: interações entre Aquacultura e meio Ambiente na região transfronteiriça Alentejo-Algarve-Andaluzia” assim como os resultados até agora obtidos, nomeadamente o sistema informação geográfica que permite a identificação de usos e atividades atuais, estabelecendo um enquadramento para a sessão de trabalho.

Foram criados pequenos grupos de trabalho, com os elementos das diferentes áreas, que individualmente identificaram potenciais atividades a desenvolver em diferentes áreas da Ria Formosa e debateram os critérios de compatibilidade ou incompatibilidade para o seu uso. No final foi feita uma súmula das opiniões de cada grupo.

Ao considerar o carácter único de cada território, a análise e reflexão por parte dos vários participantes permitiu identificar características gerais associadas às zonas húmidas.

O AQUA&AMBI é um projeto INTERREG VA do Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal (POCTEP) e este evento foi organizado pelos parceiros portugueses do consórcio (IPMA e APA).

 

Lista entidades participantes:

Administração/ Governação

Agência Portuguesa do Ambiente (APA) (parceiro projeto)
Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM)
Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve)
Docapesca – Portos e Lotas, SA
Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve)
Águas do Algarve, SA
Direção-Geral do Património Cultural (DGPC)
Câmara Municipal de Olhão
Câmara Municipal de Faro
Câmara Municipal de Loulé

Empresas / Produtores

Segredos da Ria, Lda.
Terras de Sal, CRL
Atlantik Fish, Lda.
Moinho dos Ilhéus, Lda.
MadeInSea, Produção Marinha Sustentável, Lda.
Ria Fresh
Formosa – Cooperativa de Viveiristas da Ria Formosa
Aqualvor – Actividades Em Aquacultura, Lda.

Organizações Não Governamentais

Almargem – Associação de Defesa do Património Cultural e Ambiental do Algarve
SCIAENA – Associação de Ciências Marinhas e Cooperação

Investigação

Instituto Português do Mar e Atmosfera – Estação de Piloto de Piscicultura de Olhão (IPMA-EPPO) (coordenador projeto)

Centro de Ciências do Mar (CCMAR)

Laboratório MAREFOZ

Agencia de Gestión Agraria y Pesquera de Andalucia (AGAPA) (parceiro projeto)

Instituto de Investigación y Formación Agraria y Pesquera (IFAPA) (parceiro projeto)

Fundacion Centro Tecnológico Acuicultura de Andalucía (CTAQUA) (parceiro projeto)

Comentários

pub
pub