Draga continua afundada, mas já se navega na barra Faro/Olhão

Draga está na jurisdição da Capitania do Porto de Olhão

A Barra de Faro/Olhão foi reaberta esta quinta-feira à noite, depois de ter estado encerrada devido ao afundamento da draga “Caimão”, da empresa Sofareia.

Cortes Lopes, capitão do Porto de Faro, disse ao Sul Informação que «ontem, cerca das 18h00, os mergulhadores da Polícia Marítima confirmaram visualmente a localização exata da draga, a 26 metros de profundidade, aproximadamente na mesma zona onde foi visto o seu afundamento, pelo que a barra foi aberta ontem à noite».

Os mergulhadores verificaram também que a draga está na área de jurisdição da Capitania do Porto de Olhão, que tem, por isso, a responsabilidade sobre o processo.

No entanto, terá de ser a empresa Sofareia, que será notificada hoje, a apresentar o plano de remoção da draga e a pagar uma caução.

Em Fevereiro do ano passado, a draga “Brasinho”, também da empresa Sofareia, virou-se na Barra da Armona. A embarcação foi recolocada na posição correta, mas não nunca chegou a ser retirada do local.

Comentários

pub
pub