Cabaret do Esquecimento estreia-se a 13 de Junho na Casa da Mákina em Loulé

Produção apresenta 14 intérpretes de diferentes origens

O «Cabaret do Esquecimento» estreia-se nos próximos dias 13 e 14 de Junho, às 21h30, na Casa da Mákina, em Loulé, numa iniciativa da Mákina de Cena e da Casa da Cultura de Loulé, em particular do coletivo Sextas à Solta.

«A união destas duas entidades potenciou a formação de praticantes amadores de teatro, através da implementação de técnicas de composição contemporâneas e de criação coletiva, sob orientação de Carolina Santos, respeitando a origem e intenções performativas do coletivo Sextas à Solta», explica a produção.

O resultado é «um espetáculo intimista e de grande interação com o público», com 14 intérpretes de diferentes origens, «privilegiando a performance poética e o riso como meio de reflexão sobre o mundo em que vivemos».

O Cabaret do Esquecimento «alimenta-se da virtualização de relações, a queda para a criação de alter-egos e Peeping Toms cibernéticos, o desinteresse pelo real e a desinformação, bem como extensão máquinal dos nossos corpos em que se tornaram os smartphones e as redes sociais».

Com textos da autoria dos intérpretes e uma adaptação do texto “Viver Secretamente” de Jon Fosse, «passaremos do abstracto ao concreto, do individualismo ao coro quasi-trágico, do riso à angústia, com a vontade e crença de que se sonharmos o impossível, só nos resta trabalhar para o fazer acontecer», acrescenta.

A Casa da Mákina situa-se na rua Gonçalves Zarco, nº11-13, em Loulé.

 

Comentários

pub
pub