Alcoutim avança com a construção de cinco casas no centro da Vila

A Câmara tenta, com este investimento, atenuar o problema da falta de casas disponíveis para a população mais jovem

A obra de construção de um edifício habitacional de cinco fogos, no antigo edifício dos CTT de Alcoutim, já foi adjudicada e deverá estar concluída dentro de cerca de dois anos.

A Câmara de Alcoutim assinou o contrato de empreitada com a empresa José Quintino em Maio e vai investir cerca de 464 mil euros mais IVA neste projeto. Neste momento, só falta o visto do Tribunal de Contas para a obra começar.

«Situado junto ao castelo, numa zona privilegiada da vila, o antigo edifício apresenta um elevado grau de degradação, pelo que a opção da autarquia passa pela sua demolição integral, sendo que o novo espaço que surgirá irá obedecer ao seu traçado original, bem como ao tipo de revestimentos, proporções estruturais e estéticas, onde nascerá um edifício multifamiliar com cinco fogos habitacionais, quatro de tipologia T2, divididos por dois pisos com entrada pela Rua D. Sancho II, e um fogo de tipologia T0, com um único piso e entrada pela rua junto ao castelo e acessível a pessoas com mobilidade reduzida», segundo a autarquia alcouteneja.

«Trata-se de mais uma medida para fixar os jovens e para resolver problemas de habitação, já que a falta de habitação para venda ou arrendamento e os elevados preços das poucas existentes constitui um dos entraves à fixação das camadas mais jovens da população», explica Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara de Alcoutim.

Comentários

pub
pub