Semana Académica recebeu «mais de 30 mil pessoas»

Cartaz foi uma «aposta ganha»

Os números exatos ainda não estão fechados, mas já é seguro afirmar que, no total, «mais de 30 mil pessoas» foram à 34ª Semana Académica do Algarve, que se realizou de 3 a 12 de Maio, no Largo de São Francisco, em Faro. 

Depois do encerramento, no passado sábado, começam a ser feitos os balanços de mais uma edição da festa dos estudantes algarvios.

Ao Sul Informação, Pedro Ornelas, presidente da Associação Académica da Universidade do Algarve, traçou um cenário positivo.

«A mudança da forma de recinto, com a introdução de uma diversão à entrada, correu bem, a tenda eletrónica teve uma boa dinâmica e aumentámos consumos», começou por dizer.

«Os dias mais virados para o público mais geral foram muito positivos e o evento não defraudou as nossas expetativas», considerou também.

 

Djodje

A passada sexta-feira, dia 10, foi o dia com maior afluência: 10.500 pessoas foram ao “País das Maravilhas” ver Supasquad, Djodje e Plutónio.

O último dia de Semana Académica também teve bastante afluência (as estimativas indicam 8 mil pessoas), bem como o primeiro e o segundo, em que estiveram perto de 5 mil pessoas no recinto.

No entender de Pedro Ornelas, o cartaz, que incluiu nomes como Rudimental, Blaya, Toy, Deejay Télio e Virgem Suta, «foi uma aposta ganha».

«Caso contrário, não tínhamos este sorriso na cara, no fim da Semana Académica. O que aconteceu foi que conseguimos diversificar os estilos de música e não nos focámos só em dois ou três. Pensámos e conseguimos chegar a todos os gostos», considerou ao Sul Informação. 

Esta política levou a que tenha havido um «entra e sai de pessoas com gostos musicais diferentes». «Reparei, em muitas noites, que o recinto não tinha só estudantes», exemplificou.

A continuidade da Semana Académica no Largo de São Francisco, pelo segundo ano consecutivo, também deu uma ajuda, na opinião do líder da AAUAlg. «Este evento no centro da cidade traz uma maior dinamização a Faro», referiu.

Uma das novidades deste ano no “País das Maravilhas” foi a introdução de copos reutilizáveis, algo que foi «bem aceite».

 

 

«As pessoas compraram no primeiro dia e utilizaram nos restantes, como forma de reduzir o uso do plástico. É algo para continuar a repetir», disse.

Quanto às queixas de ruído, num evento que se realizou no centro da capital algarvia sempre até de madrugada, Pedro Ornelas garantiu que elas «não existiram».

«O palco virado para a Ria não tem impacto algum, o que nos mostra que a Semana Académica pode continuar no centro da cidade sem afetar quem lá está», concluiu.

 

Recorde, nesta fotogaleria, os dias de Semana Académica:

 

 

 

Fotos: Hélder Santos e Rodrigo Damasceno | Sul Informação

Comentários

pub
pub