Muralha de Lagos recebe obras de conservação

Obra em curso custa 80 mil euros

A Muralha de Lagos está a receber obras de conservação. Os trabalhos em curso vão recuperar o troço nascente da Cerca Medieval, que confronta com o Jardim da Constituição, e incluem o Torreão da Ribeira, as duas Torres Albarrãs da Porta de São Gonçalo, o pano situado entre o primeiro torreão e o Castelo dos Governadores, a fachada sul do castelo dos Governadores e o seu Revelim.

As obras, da responsabilidade da Câmara Municipal, vão custar cerca de 80 mil euros e têm um prazo de execução de 120 dias.

Já em fase de conclusão, está a empreitada de pintura de manutenção e conservação do troço de muralha na Rua da Barroca, que custou cerca de 47 mil euros.

As duas obras enquadram-se no Plano Geral de Intervenção das Muralhas (PGI) que, para além destas intervenções «prioritárias, prevê um conjunto de outras intervenções de caráter estruturante que visam a preservação, reabilitação e valorização desta importante estrutura
de património militar edificado», explica a Câmara de Lagos.

Comentários

pub
pub