João Oliveira distinguido como Chef de L’Avenir

Responsável pela cozinha do Restaurante Vista, na Praia da Rocha, recebeu o diploma da Academia Internacional de Gastronomia

O chef João Oliveira, de 31 anos, responsável pelo Restaurante Vista, na Praia da Rocha, foi distinguido pela Academia Internacional de Gastronomia com o prémio “Chef de L’Avenir”, durante uma cerimónia que decorreu na unidade hoteleira que dá nome ao restaurante e que juntou vários “especialistas na matéria” e outras individualidades, casos, por exemplo, de Daniel Proença de Carvalho e Filipe Soares Franco.

«As expetativas altíssimas não foram defraudadas e a refeição, focada na dimensão do gosto do mar» fez jus ao diploma que lhe foi entregue, como salientou um dos membros da Academia Internacional de Gastronomia.

De resto, tratou-se de um “momento artístico” e de uma “refeição excecional”, que começou na ameijoa e na tartelete, passou pela sopa de maçã, pela manteiga de cabra e pelo carabineiro do Mediterrâneo, e acabou na vitela minhota com molejas e bordalesa, sem esquecer, claro, as laranjas do Algarve e as “flores da primavera”, com mirtilos, sabugueiro e vinho Madeira.

João Oliveira, natural do Porto (formou-se na Escola Profissional Infante D. Henrique, como técnico de cozinha, em 2006), passou por alguns restaurantes de referência, como o Largo do Paço, em Amarante, e no Yetman Hotel, onde conquistou uma estrela Michelin, distinção que repetiu já no Algarve, no Vila Joya, e agora no Vista da Praia da Rocha, onde se encontra desde 2015.

«Agradeço a aposta que foi feita em mim e divido o prémio com a equipa da sala e da cozinha, porque sozinho não conseguia nada», garantiu João Oliveira, aos cerca de 40 convidados.

Curiosamente, o agora renomado chef jogou futebol – em Valongo – antes de enveredar pela cozinha. Aliás, tentou ainda a sua sorte como árbitro de futebol, mas as delícias portuguesas, sobretudo as originárias do nosso mar, levaram-no a mudar de profissão. Em boa hora!

Comentários

pub
pub