Disputa por quarto esteve na origem do incêndio em casa histórica de Faro

Homem já foi detido

Uma disputa pelo mesmo quarto, entre dois ocupas de uma casa devoluta, no centro de Faro, esteve na origem do incêndio naquela habitação, no passado dia 6 de Maio. O incendiário já foi detido. 

Segundo a Polícia Judiciária (PJ), a detenção «teve lugar por existirem fortes indícios» de este homem, de 37 anos, ter ateado, por ignição direta, um incêndio nesta casa, na rua Reitor Teixeira Guedes.

«Só a pronta intervenção dos bombeiros impediu que as chamas se propagassem para as habitações contíguas, pondo, contudo, em perigo os bens patrimoniais e a vida dos outros residentes», acrescenta.

A detenção ocorreu no âmbito de uma investigação tutelada pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro.

O detido, de 37 anos de idade, sem qualquer atividade profissional e com antecedentes policiais pelo crime de ofensas à integridade física, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

O fogo, que teve origem no telhado, ocorreu numa habitação que foi morada e escritório de um conhecido advogado farense, o doutor Sousa Uva.

Comentários

pub
pub