«Maravilhas» de São Brás mostram-se em Quinzena Gastronómica

Ementas têm propostas para todos os gostos

Há jantarinho de grão, ensopado de borrego, queijo de ovelha com orégãos e até gelado de figo e amêndoa. A Quinzena Gastronómica Sabores do Caldeirão decorre até 22 de Abril em cinco restaurantes de São Brás de Alportel porque, através do paladar, também se dá a «conhecer as maravilhas» do concelho. 

Este é um certame que já vai para a sua 11ª edição, mas sempre com o mesmo objetivo: promover a gastronomia típica da Serra do Caldeirão que até já tem uma Confraria.

Em 2019, são cinco os estabelecimentos aderentes: a Casa de Pasto Adega Nunes e os restaurantes “4 à Mesa”, “O Marquês”, “Rui’s Steakhouse” e “Sabores do Campo”.

No cardápio, há iguarias para todos os gostos, desde os já falados ensopados e jantares de grão, passando pelo javali no forno, folhado de carne com queijo ou tarte de alfarroba.

Tudo devidamente acompanhado por bons vinhos (Quinta da Tôr, João Clara ou Cabrita). Os preços foram estipulados por cada estabelecimento e não passam os 15 euros por prato.

Esta segunda-feira, 15 de Abril, foi tempo de um grupo de jornalistas provar alguns pratos desta Quinzena Gastronómica, a convite da Câmara de São Brás, no restaurante 4 à Mesa, espaço que foi uma fábrica de cortiça.

 

Queijo de ovelha com orégãos

 

Para entrada, houve queijo de ovelha com orégãos, seguido de um folhado de carne e de uns espargos envoltos em presunto com vegetais e mel. Para rematar, um leite de creme com doce de figo.

Vítor Guerreiro, presidente da Câmara de São Brás, esteve presente neste jantar e considerou que «uma das riquezas que temos no nosso concelho é a gastronomia».

«Esta Quinzena é uma forma de darmos a conhecer as maravilhas de São Brás. Temos muitos restaurantes no concelho que são uma boa prova do que podemos encontrar em termos de gastronomia», disse ainda.

Na XI edição da Quinzena Gastronómica há menos restaurantes aderentes do que no ano passado, mas o edil tem uma justificação: «alguns já têm uma carta própria e um leque de clientes. Nós colocamos algumas exigências para quem quer aderir, como confecionar um menu próprio para o evento».

As propostas de cada restaurante também seguem um conjunto de regras: os pratos são confecionados com azeite, os temperos são feitos à base de ervas aromáticas, utilizando produtos da época e ingredientes tradicionais da alimentação mediterrânica.

 

Espargos envoltos em presunto com vegetais e mel

 

Para Vítor Guerreiro, esta é uma iniciativa para «continuar». «Vamos auscultar as opiniões dos diferentes restaurantes e melhorar algumas coisas para termos ainda mais aderentes», explicou.

Numa altura em que muitas pessoas aproveitam as férias da Páscoa para rumar ao Algarve, a Quinzena Gastronómica é um chamativo para uma visita a São Brás.

«É uma forma de atrairmos os turistas pela boca. Temos pessoas que têm conhecimento da iniciativa, vêm cá aos restaurantes, conhecem o nosso património e só podem ficar agradados», disse Vítor Guerreiro.

Quem fizer refeições nos restaurantes aderentes, habilita-se, ainda, a ganhar vales de refeição que serão sorteados por cada um dos estabelecimentos.

No próximo Domingo, dia de Páscoa, São Brás receberá, certamente, muitos visitantes para mais uma Festa das Tochas Floridas. Nesse dia, todos os restaurantes da Quinzena Gastronómica estão abertos.

As diferentes ementas podem ser consultadas aqui. O difícil…será escolher.

 

Fotos: Pedro Lemos | Sul Informação

 

Comentários

pub
pub