Eleições em Castro Marim têm 3 candidatos e nenhum independente

Coligação PSD/CDS-PP, o PS e a CDU avançam. José Estevens não vai a votos

A presidência da Câmara de Castro Marim vai ser disputada a três e, desta vez, sem o candidato independente José Estevens. A coligação Castro Marim Mais Humano (PSD/CDS-PP), o PS e a CDU apresentaram listas nas eleições intercalares, neste município, marcadas para o dia 2 de Junho.

O período de apresentação de listas a este escrutínio, que acontece depois de todos os elementos do executivo camarário liderado pelo social-democrata Francisco Amaral terem renunciado ao mandato, em Fevereiro, acabou esta segunda-feira.

A grande novidade, em relação às Autárquicas 2017, é a ausência da candidatura independente Castro Marim Primeiro. Nessas eleições, a coligação PSD/CDS-PP foi a mais votada, mas não conseguiu a maioria em nenhum dos órgãos autárquicos.

Na Câmara Municipal, o executivo liderado por Francisco Amaral contava apenas com dois elementos, o presidente da Câmara e a sua vice, Filomena Sintra, tantos como o PS, principal partido da oposição, que tinha Célia Brito e Mário Dias como vereadores. O quinto elemento era José Estevens, antigo presidente da Câmara pelo PSD que entregou o cartão do partido e se candidatou como independente.

Cerca de um ano e meio depois, José Estevens não se volta a candidatar, muito devido à dificuldade em encontrar financiamento para a campanha.

«Foi essencialmente esse o problema. Uma campanha eleitoral tem os seus custos e o seu dispêndio de energia. Quando se trata de uma candidatura independente as coisas complicam-se, até ao nível das regras de obtenção das subvenções do Estado», revelou ao Sul Informação José Estevens.

É que, nos caso dos movimentos independentes, o financiamento público «só é atribuído depois das eleições e em função do número de votos».

Desta forma, o Castro Marim Primeiro não vai a votos nas intercalares, mas não enjeita uma candidatura em 2021. «Vamos procurar consolidar o movimento, fazer um trabalho cívico que pretendemos de grande alcance e apostar nas próximas eleições», disse José Estevens.

Assim, a disputa, em Junho, será a três. E já são conhecidas as listas dos diferentes partidos que apresentaram candidaturas.

A Coligação Castro Marim Mais Humano volta a ter como primeiro elemento e candidato a presidente da Câmara Francisco Amaral. A número 2 da lista é Filomena Sintra, seguindo-se Victor Rosa, Dinis da Palma Faísca e Maria Suzana Valsassina.

O PS também não muda a candidata a edil, que, como aconteceu em 2017, será Célia Brito. Como segundo elemento da lista avança Vítor Manuel Esteves, o presidente da Junta de Freguesia de Castro Marim, seguindo-se Vera Martins, Leonel Brás e Domingos Vaz.

O candidato da CDU à Câmara será Nuno Osório. A lista dos comunistas fica completa com Maria José Madeira, Manuel António, Maria da Conceição Caldeira, João Dias.

Comentários

pub
pub