Alunos de VRSA limpam a “sua” praia de Monte Gordo

Os alunos do agrupamento de escolas D. José I, de Vila Real de Santo António (VRSA), vão ajudar a manter […]

Os alunos do agrupamento de escolas D. José I, de Vila Real de Santo António (VRSA), vão ajudar a manter limpa a praia de Monte Gordo, no âmbito do projeto «A Minha Praia», um dos vencedores do Orçamento Participativo Portugal (OPP) e que é coordenado pelo Centro Ciência Viva de Tavira.

Este projeto «consciencializar o público escolar para a conservação do meio marinho, através da criação de uma rede de monitorização e recolha do lixo marinho ao longo da costa do Algarve», segundo a Câmara de VRSA.

Ontem, quinta-feira, o CCV de Tavira esteve no agrupamento de escolas D. José I para dar a conhecer os resultados do projeto “A Minha Praia” a Luís Pinheiro, secretário de Estado da Modernização Administrativa, que esteve no Algarve.

Segundo Ana Ramos, diretora do CCV de Tavira «a meta passa por recolher, até ao final desta campanha, cerca uma tonelada de resíduos no conjunto das seis praias algarvias envolvidas no projeto». Uma delas é a de Monte Gordo, que tem sido limpa e monitorizada pelos alunos e professores do agrupamento vila-realense.

 

 

Para Conceição Cabrita, presidente da Câmara de VRSA, «este projeto permite um trabalho próximo de sensibilização ambiental e de consciencialização para as questões do nosso património natural, o qual está a ser implementado na praia de Monte Gordo e incluído na nossa oferta educativa».

Luís Pinheiro, por seu lado, frisou que este é um dos projetos financiados pelo Orçamento Participativo Portugal, que conta com uma verba de 5 milhões de euros do Orçamento de Estado para distribuir pelas ideias vencedoras.

No caso do “A Minha Praia”, foi um dos vencedores do OPP de 2017 e é coordenado pelo Centro Ciência Viva de Tavira, «que se associou ao Centro Ciência Viva do Algarve e ao Centro Ciência Viva de Lagos para criar uma rede de monitorização do lixo marinho ao longo da costa do Algarve».

Cada Centro Ciência Viva está responsável por realizar diversas ações de monitorização do lixo marinho nas praias referenciadas que se encontrem dentro do seu alcance geográfico.

Estas ações de monitorização seguem a metodologia proposta e padronizada pela Convenção OSPAR (Convenção para a Proteção do Meio Marinho do Atlântico Nordeste), que é o atual instrumento legislativo que regula a cooperação internacional em matéria de proteção ambiental no Atlântico Nordeste e da qual Portugal é signatário desde 1992.

 

Fotos: Câmara de VRSA e Centro Ciência Viva de Tavira

Comentários

pub
pub