Odemira envolve população na valorização do rio Mira

Câmara vai promover encontros com a população em três freguesias do concelho

A Câmara de Odemira vai promover reuniões com a população em diferentes freguesias do concelho para recolher contributos para o Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira.

A primeira de três reuniões está agendada para amanhã, sesta-feira, na Junta de Freguesia de Vila Nova de Milfontes. Seguem-se encontros com a população na Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, no dia 15, e na Casa do Povo de Santa Clara-a-Velha, a 18 de Março, sempre às 17h30.

Com estas iniciativas, a autarquia odemirense pretende «reforçar o envolvimento e participação da população e dos agentes económicos, sociais, culturais e ambientais do concelho» na elaboração deste plano.

«O Plano Estratégico e Operacional visa materializar a política de valorização das margens do rio Mira na área do concelho, desde a barragem de Santa Clara até à sua foz, em Vila Nova de Milfontes», resume a Câmara de Odemira.

Neste momento, «está concluída a fase de diagnóstico do potencial de desenvolvimento do rio, para levantamento, análise e avaliação de informação sobre o rio e a sua envolvente, as atividades praticadas e identificação dos agentes envolvidos. A conceção do Plano encontra-se na sua terceira fase, referente à definição do modelo de valorização estratégica que irá enquadrar o programa de ações e o respetivo quadro de investimento, financiamento e marketing territorial».

A Câmara ambiciona que o documento que está em fase final de elaboração «constitua os alicerces para que o território seja uma região preparada para responder aos desafios do desenvolvimento sustentável, consolidando um caminho suportado nos princípios da equidade e da coesão territorial».

Comentários

pub
pub