Museu de Portimão mostra meio século de mascotes olímpicas

Ao todo, vão estar expostas 47 figuras, acompanhadas de textos de enquadramento

A exposição “Mascotes Olímpicas – De Talismãs a Símbolos de Identidade” vai estar patente de 16 de Março a 21 de Abril no Museu de Portimão.

A mostra, concebida pela Academia Olímpica de Portugal com recurso a peças provenientes de coleções particulares ou institucionais, junta 47 figuras de mascotes dos Jogos Olímpicos de Verão e de Inverno, de variados materiais e dimensões.

Segundo a Câmara de Portimão esta é «uma das maiores, senão a maior, exposição do género que se efetua em Portugal».

Nela está retratado «meio século de história olímpica no que se refere a este tipo de símbolos identitários, que se tornaram também elementos de valor económico relevante para os comités organizadores de cada edição dos Jogos Olímpicos».

Os Jogos Olímpicos começaram a ter mascotes oficiais desde 1968, tendo desde aí «sido possível criar mascotes caracterizadas pela criatividade e marcadas pela relação cultural que revelam com a cidade ou a região onde os Jogos têm lugar», descreveu a autarquia.

O acervo exposto é complementado por textos de parede relativos a cada edição dos Jogos Olímpicos com mascote (desde os Jogos de Inverno de Grenoble-1968 até Tóquio-2020) e ainda pela projeção de filmes de animação protagonizados por mascot {Play}es olímpicas.

Esta exposição integrada na programação da Cidade Europeia do Desporto 2019 (CED) pode ser vista no Museu de Portimão às terças-feiras, das 14h30 às 18h00, e de quarta a domingo, das 10h00 às 18h00.

A Câmara lembra que a partir de domingo, dia 10, o período de entrada gratuita no Museu de Portimão, «passa de sábado para domingo, das 10h00 às 14h00. Esta alteração decorre da uniformização de horário, com o Centro de Interpretação de Alcalar e, com a maioria dos Museus nacionais, ao que acresce, neste dia semanal – domingo, uma maior disponibilidade das famílias, para a sua participação e fruição cultural».

Comentários

pub
pub