«Méli-mélo» mostra a diversidade artística da Associação 289 em conversas informais

Alguns dos artistas estarão à disposição do público para conversas informais

Os trabalhos de alguns dos artistas membros da Associação 289 vão estar expostos, em dois fins de semana ou « quatro tardes agradáveis», ou seja nos dias 9, 10, 16 e 17 de Março, das 14 às 19h00, no solar do Sítio das Pontes de Marchil, em Faro.

Trata-se do evento «Méli-mélo», que, na língua francesa, «significa miscelânea, confusão, barafunda. No entanto, Méli-mélo tem, na sua consonância harmoniosa e musical, um sentido caloroso», explica a Associação 289.

Os artistas expostos são Ana Rostron, Ângelo Gonçalves, Bertílio Martins, Catarina Correia, Fernando Amaro, Gustavo Jesus, Jorge Mestre Simão, Leandro Marques, Milita Doré, Paulo Serra, Tiago Batista, Xana.

«Não se pretendendo seguir um tema ou linha em particular, esta mostra tem como objetivo principal a apresentação informal de alguns dos membros da Associação 289 e dos seus trabalhos, promovendo igualmente a interação com o público que assim o desejar», explica a associação.

Alguns artistas irão falar do seu percurso ou sobre o trabalho em conversa com a assistência. Outros desenhos ou trabalhos poderão ser mostrados em expositores.

O ambiente pretende ser acolhedor, junto da lareira principal ou das salas adjacentes, que vão ser transformadas em lugares de convívio.

Este evento vai ser o início de um novo ciclo expositivo da 289 para 2019, que «pretende surpreender o público pela diversidade e qualidade dos trabalhos dos artistas que irão ser apresentados».

 

Comentários

pub
pub