Crianças de Faro ajudam meninos da Venezuela e da Síria

217 euros destinam-se à Venezuela e 130 euros serão enviados para a Síria

Foto: Samuel Mendonça | Folha do Domingo

As crianças do Movimento dos Focolares e da catequese da Paróquia de S. Pedro, em Faro, angariaram 347 euros para ajudar outras crianças na Venezuela e na Síria.

«Na televisão vi muitas notícias da Venezuela, onde há muitas pessoas pobres que não têm o que comer», disse Madalena, que anda no segundo ano da catequese da Paróquia de São Pedro, na sessão onde entregaram 217 euros para o país sul-americano ao presidente da Cáritas Diocesana do Algarve.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal diocesano Folha do Domingo contextualiza que os 347 euros para as crianças da Venezuela e da Síria foram angariados por crianças desta paróquia que se juntaram a outras do grupo Gen 4 (dos 4 aos 8 anos de idade) do Movimento dos Focolares no Algarve.

«Essa iniciativa é muito importante porque se chama partilha. Vocês foram muito importantes porque ajudaram a pedir àquelas pessoas que podiam para dar o seu contributo monetário para a Venezuela e nós vamos fazê-lo chegar à Cáritas de lá», disse Carlos Oliveira.

Foto: Samuel Mendonça | Folha do Domingo

A campanha solidária ‘Desalojaram Jesus’ consistiu na criação de pequenas imagens do Menino Jesus e de manjedouras, com a ajuda dos pais, catequistas e voluntários, que depois foram oferecidos na baixa de Faro, sensibilizando quem passava para o verdadeiro sentido do Natal, e quem recebia em troca podia fazer um donativo.

Carlos Oliveira incentivou as crianças algarvias a fazer um desenho para as crianças da Venezuela que vai ser entregue com o donativo que vai integrar o montante angariado na campanha de Natal da Cáritas Portuguesa ‘10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz’, onde 35% destina-se à Venezuela.

O presidente da Cáritas Diocesana explicou ainda que recebem «roupas, alimentos e brinquedos» para as crianças carenciadas da cidade, e pediu para estarem atentos aos seus colegas e amigos, e adiantou que estão a preparar um envio de material escolar e alguns brinquedos para as crianças de São Tomé e Príncipe.

O ‘Folha de Domingo’ divulga ainda que as crianças recolheram 130 euros para a Síria, que tem como destino o funcionamento de um hospital de campo, que assiste crianças doentes com cancro, em Damasco e que vão entregues ao movimento no país árabe para a semana, em Roma.

Comentários

pub
pub