Concerto de abertura do FIMA 2019 é dedicado ao Romantismo

FIMA realiza-se entre 31 de Março e 31 de Maio

Maxime Tortelier

Maxime Tortelier é o maestro convidado para o Concerto de Abertura do Festival Internacional de Música do Algarve (FIMA 2019), que se vai realizar no Cine-Teatro Louletano, no próximo domingo, 31 de Março às 17h00. Neste espetáculo, intitulado “Grandes Períodos da História da Música – O Romantismo”, Jed Barahal, violoncelista norte-americano, ocupará o lugar do solista.

O Festival Internacional de Música do Algarve – FIMA, regressa para a sua 34ª edição «com um programa eclético, com um total de 14 concertos a realizar em diferentes localidades da região».

No primeiro concerto, dedicado aos grandes períodos da História da Música, a Orquestra Clássica do Sul apresenta-se com formação sinfónica, ao contar com os participantes da Academia OCS, no palco do Cineteatro Louletano.

Em destaque, no Concerto de Abertura, o Romantismo, que foi fortemente «marcado pelo lirismo e pela emoção e retrata frequentemente o drama humano, os amores trágicos e os ideais utópicos. Um excelente exemplo disto na música foi toda a produção do compositor russo P. I. Tchaikovsky», explica Rui Pinheiro, diretor artístico do festival.

Nesse âmbito, o programa deste concerto é composto pela “Quinta Sinfonia” de Tchaikovsky, pelo “Concerto para Violoncelo” de E. Elgar e pela Abertura de “Ruslan e Lyudmila” de M. Glinka.

Jed Barahal

O “Concerto para Violoncelo” de Elgar foi uma das últimas obras do compositor britânico que, apesar de ter sido composta já no século XX (em 1919) pode ser considerada uma das últimas obras-primas do espírito romântico. Será interpretada por Jed Barahal, violoncelista de origem americana, que foi solista de orquestras de referência como a Orquestra Sinfónica de São Paulo (Brasil), Orquestra do Capitólio de Toulouse (França) e Regie Sinfonia (Porto).

O FIMA 2019 decorre de 31 de Março a 31 de Maio e convida artistas de renome nacional e internacional como o maestro Maxime Tortelier, os violinistas Daniel Stabrawa e Christoph Koncz, o percussionista Jean-François Lézé, o violetista Máté Szücs, o violoncelista Jed Barahal, a soprano Dora Rodrigues e também agrupamentos como o Grupo Vocal Olisipo, Jordi Savall & Hespèrion XXI, o P.L.I.N.T. – Pablo Lapidusas International Trio e a Orquestra do Norte com o maestro Jan Wierzba e o violoncelista Marco Pereira.

Os bilhetes para os concertos do 34.º FIMA, que é apoiado pelo 365 Algarve, podem ser adquiridos através das bilheteiras online disponíveis aqui.

Comentários

pub
pub