Algarvio João Rodrigues confirma vitória na Volta ao Alentejo

Ciclista da W52-FC Porto cortou a meta no 7º lugar

Foto: FPCiclismo

O algarvio João Rodrigues (W52-FC Porto) conquistou, este domingo, a 37.ª Volta ao Alentejo. A quinta e última etapa, com 152 quilómetros, entre Portalegre e Évora, foi ganha pelo basco Enrique Sanz (Euskadi Basque Country-Murias), que venceu três das quatro chegadas ao sprint da corrida.

Segundo conta a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), a W52-FC Porto «teve de aplicar-se devido a uma fuga iniciada ao quilómetro 16 por Beñat Intxausti (Euskadi Basque Country-Murias), David de La Fuente (Aviludo-Louletano), Pedro Pinto (Miranda-Mortágua), Gonçalo Leaça e Fábio Oliveira (LA Alumínios – LA Sports), Micael Isidoro (BAI-Sicasal-Petro de Luanda), Jokin Aramburu (Equipo Euskadi) e Cyrirille Thiery (Swiss Racing Academy)».

Inicialmente, «foram outras equipas que passaram pela frente do pelotão, mas acabaram por perceber que se deixassem os escapados ganhar terreno, os portistas teriam de desgastar-se para manter a situação sob controlo. Foi o que aconteceu quando os oito homens da dianteira detinham mais de 6 minutos de vantagem e colocavam, virtualmente, em perigo a camisola amarela de João Rodrigues», acrescenta a FPC.

A 18 quilómetros da chegada, os fugitivos foram apanhados e o pelotão passou a rolar compacto a caminho de Évora, com uma chegada ao sprint na mente da maioria dos corredores.

A alta velocidade levou o pelotão agrupado até à Praça do Giraldo, onde Enrique Sanz venceu pela terceira vez nesta edição da Volta ao Alentejo. O segundo classificado foi o britânico Gabriel Cullaigh (Team Wiggins LeCol). Mário González (Euskadi Basque Country-Murias) fechou o pódio do dia.

João Rodrigues, escoltado pela “armada” da W52-FC Porto, chegou a Évora em condições de participar no sprint, sendo o sétimo a cortar a meta, defendendo da melhor forma a propriedade da camisola amarela.

«Hoje parece que estive numa bolha, sempre protegido do vento pelos meus companheiros de equipa. É a eles que dedico esta vitória», afirmou João Rodrigues.

No que diz respeito às equipas algarvias, o mais bem classificado na etapa foi Cesar Martingil, do Sporting/Tavira, que cortou a meta na quarta posição, a um segundo do vencedor.

Já na classificação geral, Alejandro Marque, também do Sporting/Tavira, obteve a melhor classificação entre os “algarvios”, terminando a prova na sétima posição a 26 segundos de João Rodrigues.

Vicente de Mateos foi o melhor ciclista do Aviludo/Louletano, terminando a “Alentejana” na 10ª posição a 58 segundos do camisola amarela.

Veja aqui a classificação completa.

Comentários

pub
pub