Treinos do Farense não expulsam outros utilizadores da pista de atletismo

Utilização da pista de atletismo pelo Farense, para treinos, gerou «um conjunto de informações menos rigorosas e, até, contraditórias», segundo a Câmara de Faro

A Pista de Atletismo de Faro «continuará a ser o principal palco das competições oficiais e de treinos promovidos pela Associação de Atletismo do Algarve e dos clubes do concelho a ela afiliados» e o os treinos do Sporting Clube Farense (SCF) no campo relvado não poderão prejudicar os demais utilizadores deste equipamento.

A autarquia farense e a Associação de Atletismo do Algarve emitiram hoje um comunicado conjunto, «na sequência da difusão na imprensa e nas redes sociais, de um conjunto de informações menos rigorosas e, até, contraditórias, relacionadas com a Pista de Atletismo de Faro e do processo de arrelvamento do seu campo de treino».

Tudo devido ao polémico acordo celebrado entre a Câmara de Faro e o Farense, em 2014, onde ficou estipulado que o clube iria realizar «a intervenção de arrelvamento do campo “ervado”, que neste momento tem pouca utilização durante o período diurno».

«Mais se acordou que, após esta requalificação, que será integralmente assegurada pelo SCF nos próximos meses, poderá este clube utilizar o campo para treinos / jogos de futebol entre as 9h00 e as 17h00 aos dias úteis, sem que isso acarrete qualquer prejuízo para a prática das outras modalidades que ali decorrem, designadamente do atletismo e, particularmente, das disciplinas de lançamento», acrescentam as duas entidades, que se reuniram hoje.

 

 

Ainda assim, os signatários do comunicado reconhecem que «haverá algumas limitações à utilização da pista, apenas durante o período em que os trabalhos de arrelvamento se realizarem».

Assim, «como garantia do cumprimento do exposto no presente comunicado conjunto, o plano e o cronograma dos trabalhos de arrelvamento terá de ser aprovado pela Câmara Municipal de Faro, que ouvirá previamente os interessados, designadamente a Associação de Atletismo do Algarve».

No documento enviado às redações é salientado que o acordo entre a autarquia e o Farense foi celebrado «a pensar no bem-estar e conforto para o treino e competição». No entanto, «a autarquia gere esta infraestrutura em favor de toda a comunidade desportiva, que é constituída pelos praticantes a título individual ou organizados em clubes e associações desportivas. O regime não contempla situações de exceção para nenhum deles».

«Mais se esclarece que a Pista de Atletismo de Faro integra o Complexo Desportivo Municipal da Penha, que contempla esta infraestrutura, as Piscinas Municipais, um campo de futebol de 11, o skatepark e o Pavilhão Municipal da Penha, não fazendo parte de nenhum centro desportivo particular ou associativo, nem no presente, nem no futuro», lê-se no comunicado.

As duas entidades concluem a sua comunicação conjunta garantindo que a pista também continuará disponível, «como até hoje, para as centenas de praticantes individuais que já não dispensam deste espaço desportivo para os seus treinos diários».

Comentários

pub
pub