Portimonense reduzido a 10 jogadores perde nos Açores

Jackson apontou o único golo dos algarvios

Foto: Nelson Inácio | Sul Informação – Arquivo

O Portimonense perdeu por 2-1 frente ao Santa Clara, em jogo da 20ª jornada da I Liga de futebol, disputado este domingo, 3 de Fevereiro. A turma algarvia até marcou primeiro, mas jogou a maior parte do encontro reduzida a 10 jogadores por expulsão de Jadson.

Apesar da derrota com o Chaves, António Folha apostou no mesmo 11 inicial para o jogo frente ao Santa Clara. O Portimonense entrou melhor no encontro e, durante os minutos iniciais, foi a única equipa a causar perigo.

Logo aos 3′, Jackson deixou um primeiro aviso, com um cabeceamento que saiu à figura de Marco Pereira. O guarda-redes do Santa Clara voltou a ser chamado a intervir, aos 16′, após um cabeceamento de Dener, defendendo para canto.

Quatro minutos depois, houve uma oportunidade escandalosa para o Portimonense, mas Jackson Martínez, dentro da área e sem oposição, rematou ao lado.

Os algarvios iam ameaçando, mas sofreram um duro revés, ao minuto 28. O defesa-central Jadson usou o braço para cortar a bola, num lance que deixaria isolado Bruno Lamas. Vítor Ferreira deu amarelo, mas, após consultar o vídeo-árbitro, reverteu a decisão e mostrou vermelho direto a Jadson.

O Portimonense ficou reduzido a 10 jogadores, mas foi nessa condição que acabou por chegar ao golo. Aos 32′, Tormena arrancou pela direita e cruzou para Jackson Martinez. O colombiano fez um grande cabeceamento e a bola só parou no fundo das redes do Santa Clara. 0-1 e festa para os de Portimão.

A turma açoriana foi atrás do prejuízo e o treinador João Henriques fez entrar dois jogadores: Pablo Diogo e Schettine, para os lugares de Kaio e Stephens, respetivamente.

António Folha, treinador do Portimonense – Foto: Nelson Inácio | Sul Informação – Arquivo

E a verdade é que, ainda antes do intervalo, o Santa Clara chegou ao empate. Ricardo Ferreira ainda defendeu um primeiro cabeceamento de Schettine, mas a bola sobrou para Zé Manuel que, isolado, só teve de encostar para o 1-1, aos 44′.

Já na segunda parte, a turma açoriana podia ter chegado ao segundo golo, por intermédio de Schettine. Aos 50′, o jogador do Santa Clara, só com Ricardo Ferreira pela frente, não conseguiu, contudo, dar o melhor seguimento a um bom cruzamento.

Na outra baliza, aos 52 minutos, Jackson também teve uma boa oportunidade, mas Marco Pereira impediu o golo ao colombiano, com uma grande mancha.

Este foi um raro lance de perigo, na baliza do Santa Clara, durante toda a segunda parte. É que o Santa Clara, a jogar em superioridade numérica, teve um maior controlo da partida.

Aos 57′, Pablo podia ter feito o 2-1, depois de um grande passe de Patrick, mas, já dentro da área, rematou por cima.

A equipa insular ia carregando e chegou mesmo ao golo, já aos 73 minutos, após um canto batido à maneira curta. Pineda fez o cruzamento, com o defesa central Fábio Cardoso a cabecear sem hipótese para Ricardo Ferreira.

Com esta derrota por 2-1, o Portimonense somou o segundo desaire consecutivo e ocupa o 8º lugar da I Liga, com 27 pontos conquistados. Na próxima jornada, os algarvios recebem o Rio Ave.

Comentários

pub
pub