Olhanense pede «respeito» após declarações de Sérgio Conceição sobre salários em atraso

Direção diz que clube algarvio não «merece tal ingratidão» de Sérgio Conceição

Isidoro Sousa e Sérgio Conceição

A direção do Olhanense veio a público «lamentar» as declarações de Sérgio Conceição sobre a existência de salários em atrasos aquando da passagem do técnico pela equipa algarvia, pedindo «respeito».

As declarações do atual treinador do FC Porto foram feitas esta sexta-feira, 15 de Fevereiro, na antevisão do jogo entre os dragões e o Vitória de Sétubal, com Conceição a afirmar que «difícil era treinar o Olhanense com quatro ou cinco meses de vencimentos em atraso», acrescentando ainda que havia jogadores com «dificuldade em arranjar comida para comer em casa».

O Olhanense, em comunicado enviado às redações, repudia estas afirmações que, segundo a direção do clube algarvio, «não correspondem à verdade».

«O senhor Sérgio Conceição deveria ter maior respeito pelo primeiro clube que nele confiou, dando-lhe a possibilidade de iniciar a sua carreira como treinador principal, o que muito nos orgulha, face aos êxitos por si alcançados», diz o mesmo comunicado.

«Nunca o Olhanense teve, à data, mais do que dois meses de atraso nos vencimentos de seus atletas, como também quaisquer dificuldades reportadas a direção do Clube eram de imediato resolvidas, nem que fosse com recurso a empréstimos pessoais dos respetivos dirigentes», acrescenta.

«Provando o que afirmamos, temos em nosso poder o documento de acordo, respeitante a dois meses de vencimentos em atraso, aquando da rescisão com o referido técnico em Janeiro de 2013, que se encontra a ser cumprido religiosamente, pelo que é de lamentar que se passe uma informação, fora do contexto, que não corresponde a verdade, como também é lamentável estar a trazer para público assunto tão delicado, que põe em causa um clube com o historial e a longevidade do Sporting Clube Olhanense», conclui o comunicado.

O treinador, atual campeão nacional, passou pelo Olhanense na época de 2011/2012, levando o clube algarvio ao 8º lugar da I Liga. Na temporada seguinte (2012/2013), Sérgio Conceição ainda fez 17 jogos ao comando dos algarvios, mas acabou por sair, após meses de impasse.

Comentários

pub
pub