Moçoilas até põem as batatas-doces a cantar na BTN’19 em Aljezur

Concerto no palco do Arraial da Identidade da BTN’19

As Moçoilas, na ilustração de Joana Rosa Bragança

As Moçoilas, o grupo de vozes femininas que canta a capela as modas do interior Sul, vai dar um espetáculo esta sexta-feira, dia 22 de Fevereiro, às 21h00, no Multiusos de Aljezur, para fechar a primeira noite da Bienal de Turismo de Natureza.

A cumprir 25 anos, o grupo é hoje composto por Teresa da Silva, Margarida Guerreiro e Inês Rosa. No espaço do Arraial da Identidade da BTN’19, os seus cantares, que têm tudo a ver com o espírito e o tema – a Sustentabilidade – desta iniciativa, vão fazer-se ouvir, por entre os cheiros da gastronomia.

Inês Rosa promete: «Até as batatas doces vão cantar!!!»

Numa época em que o Desenvolvimento Local teve maior força no país, surgiu a necessidade de levar uma representação da cultura serrana (Algarve Norte e Alentejo Sul) a uma mostra e partilha de várias regiões.

A partir do património oral, cantado ou falado e de um vínculo grande com as gentes da serra do Caldeirão, decidiu-se criar um grupo de vozes de mulheres que se fizesse ouvir, dando voz aquelas serranias e a uma região que não se conhecia cantada.

As Moçoilas surgiram em 1994 e, desde então até hoje, continuam a cantar e a fazer sentir o Sul. Sempre composto por vozes de mulheres, o grupo apresenta um trabalho onde sempre conviveram rigor etnográfico, tradição, descontração, mas também modernidade e um subtil toque de originalidade.

Em termos de animação, o espaço do Arraial da Identidade da BTN’19, apresenta ainda, no dia 23, sábado,às 17h30, uma atuação da Banda Filarmónica dos Bombeiros Voluntários de Aljezur, e às 21h00, o Trio de Nelson Conceição, com acordeão, guitarra e fado.

No domingo, dia 24, às 16h30, atua o Rancho Folclórico e Etnográfico de Odiáxere, bem como, às 20h00, o jovem acordeonista Francisco Monteiro.

Este Arraial da Identidade, explica a organização da BTN’19, é «ilustrativo da identidade do Algarve», trazendo a « festa, usos e costumes das comunidades locais», com «música, danças, cantares e gastronomia, para terminar cada dia em grande».

 

Ilustração de Joana Rosa Bragança para o concerto das Moçoilas

Comentários

pub
pub