IAPMEI realiza sessão de informação em Loulé sobre novo Sistema de Incentivos à Inovação

As primeiras seis sessões contaram com cerca de 400 participantes

Foto: Depositphotos

O IAPMEI realiza amanhã, dia 8 de Fevereiro, às 15h00, no Auditório NERA, em LOulé, mais uma sessão informativa inserida no ciclo de sessões “2IN Investimento na Inovação”.

Trata-se de uma iniciativa em parceria com entidades locais, que tem o apoio e participação dos Programas Operacionais Regionais do Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e do Algarve, do Compete e da Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua.

Este ciclo de sessões, que teve início no dia 28 de Janeiro, em Leiria, percorrem o país de Norte a Sul e têm como objetivo informar empresários e consultores sobre a promoção do investimento empresarial inovador, aproveitando, no âmbito da reprogramação do Portugal 2020, um programa para potenciar o investimento, o relançamento do Sistema de Incentivos à Inovação, na lógica de financiamento híbrido (incentivo não reembolsável + reembolsável suportado por instrumento financeiro).

As primeiras seis sessões contaram com cerca de 400 participantes, uma adesão que, segundo o IAPMEI, «evidencia o aumento inequívoco do interesse pela incorporação da inovação por parte das empresas nos seus processos produtivos e pelos instrumentos de apoios existentes».

No novo Sistema de Incentivo à Inovação, as PME com candidaturas aprovadas beneficiarão logo à partida de um subsídio não reembolsável para a realização de investimento produtivo inovador, anteriormente atribuído após a conclusão dos projetos.

As empresas podem ainda beneficiar com acesso a um financiamento reembolsável através de um empréstimo bancário suportado com garantia mútua e sem custos financeiros, concretizando dessa forma a orientação de aproximação do sistema financeiro às necessidades das empresas.

De acordo com Nuno Mangas, presidente do IAPMEI, «com este ciclo de sessões informativos pretendemos dar a conhecer as alterações operadas neste sistema de incentivos, mas também partilhar boas práticas através da apresentação de projetos inovadores e diferenciadores já concretizadas por empresas em cada uma das regiões».

No que se refere aos fundos comunitários, o IAPMEI é responsável pela gestão de mais de 60% dos Sistemas de Incentivos do Portugal 2020, tendo já processado mais de 1.212 milhões de euros de incentivos às empresas.

 

Clique aqui para se inscrever.

 

Comentários

pub
pub