Homem suspeito de matar em São Brás fica em prisão preventiva

Suspeitos do crime tinham sido detidos na segunda-feira pela Polícia Judiciária

Créditos: Depositphotos

O homem suspeito de ter assassinado um idoso em São Brás de Alportel foi acusado dos crimes de homicídio, roubo e tentativa de incêndio pelo Ministério Público e vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

Na segunda-feira, um homem e uma mulher foram detidos pela Polícia Judiciária, a mando do MP do Departamento de Investigação Ação Penal (DIAP) de Faro, suspeitos de terem morto, de forma violenta, um homem de 70 anos, com o objetivo de o roubarem.

«Há suspeitas de na noite de 17 para 18 de Setembro de 2018, em São Brás de Alportel, o detido ter entrado em casa da vítima, ter ido ao seu quarto, onde ainda estava deitada, e ter-lhe batido com um instrumento ainda não determinado até a matar», segundo o MP.

«Por forma a não vir a ser identificado, o arguido terá despejado álcool sobre a cama da vítima, ateado fogo a uns papeis, aberto os bicos de gás do fogão e acendido uma vela. Depois, levou consigo os valores que encontrou na casa», descreveu a mesma entidade.

O juiz de instrução criminal de Faro, depois de ouvir os arguidos, decretou a prisão preventiva do homem «por suspeitas da prática de crimes de homicídio, roubo e tentativa de incêndio».

«A arguida ficou sujeita à obrigação de apresentação periódica no posto policial e a proibição de sair do concelho da sua residência, por suspeitas de instigação de crime de furto», revelou, ainda, o Ministério Público.

Comentários

pub
pub