Continente vai comprar 10 mil toneladas de Laranja do Algarve

Até Junho, todas as laranjas à venda nas lojas Continente são algarvias com classificação IGP

O Continente prevê comprar 10 mil toneladas de laranja do Algarve, com carimbo IGP – Indicação Geográfica Protegida.

Segundo a empresa do grupo Sonae, até Junho, nas suas 274 lojas em todo o país, o Continente só irá vender laranjas do Algarve com carimbo IGP, designação regulamentada pela União Europeia, numa parceria com produtores nacionais.

A classificação IGP identifica produtos originários de determinada região, garantindo que apenas são comercializados artigos que tenham sido obtidos de forma tradicional e que possuam características e reputação ligadas ao território.

No caso das laranjas do Algarve, a classificação é atribuída a todos os citrinos provenientes de pomares certificados, com um caderno de encargos exigente que vincula os produtores a diversas medidas para garantir a qualidade do produto, nomeadamente que o fruto seja colhido à mão e no ponto ótimo de maturação, ou seja, com a relação de açúcares/ácidos adequada para o consumidor.

O carimbo IGP garante, desta forma, um citrino com casca fina, intensamente colorida e brilhante, com elevado teor de sumo, único da região mais a sul de Portugal.

Todas as laranjas à venda nas lojas Continente são produzidas, assim, em 2000 hectares de pomares certificados, distribuídos entre Tavira e Silves e pertencentes a cerca de 100 produtores que compõem as quatro Organizações de Produtores parceiras do Continente.

Ondina Afonso, presidente do Clube de Produtores Continente, sublinha que neste clube, «valorizamos a autenticidade dos produtos. Através de cadeias curtas de abastecimento asseguramos a sustentabilidade ambiental e económica do país, das regiões e da agricultura nacional. Ao disponibilizarmos apenas laranjas produzidas no Algarve, estamos a fechar mais um elo da cadeia de união entre o Continente e a produção nacional».

O Continente afirma trabalhar «diariamente com produtores nacionais, apurando e selecionando os melhores produtos que correspondam às necessidades dos seus clientes».

Em 2019, ano em que a colheita de laranjas apresenta uma enorme qualidade, a marca continua a apoiar o melhor da produção portuguesa e garante que todas as laranjas à venda nas suas lojas são algarvias, com classificação IGP.

A aposta na produção nacional representa «um dos principais eixos estratégicos da marca, garantindo que produtos de qualidade – como é o caso da laranja do Algarve IGP – chegam à mesa de todos os portugueses», conclui a empresa.

Comentários

pub
pub