Carlos Porfírio e arte moderna no 125º aniversário do Museu de Faro

Exposição, que é fruto de parcerias com outras entidades, junta alguns dos maiores e melhores representantes do Futurismo e do Modernismo português

Museu de Faro – Foto: Fabiana Saboya

Uma exposição inédita no Algarve, em que a arte de Carlos Porfírio dialoga com obras «das maiores figuras da arte moderna portuguesa», será uma das prendas que o
Museu Municipal de Faro dará a si próprio pelo seu 125º aniversário, que se celebra no domingo.

No dia 3, a efeméride será celebrada «com um programa recheado de atividades», que começam às 10h00 e têm o ponto alto com a inauguração da mostra “Carlos Porfírio: Diálogos do Modernismo”, às 17h00.

Fruto de parcerias com a Gulbenkian, Museu do Chiado, Museu Grão Vasco, Museu Municipal de Lagos, Cinemateca, Biblioteca da UALG e colecionadores particulares, esta exposição «apresenta a produção artística de Carlos Porfírio num espaço de relações que este protagonizou com as maiores figuras da arte moderna portuguesa».

«Inédita no Algarve, a exposição vai exibir obras de alguns dos maiores e melhores representantes do Futurismo e do Modernismo português como Santa Rita Pintor, Almada Negreiros, Eduardo Viana ou Jorge Barradas, além de nomes importantes ligados ao Algarve como Carlos Lyster Franco, Raul Marques Carneiro, Roberto Nobre ou José Dias Sancho», segundo a Câmara de Faro.

Após a inauguração e de um porto de honra, haverá um momento musical, a cargo da banda “Luís Conceição & Osmose”, que irá lançar um novo trabalho de originais sair em Abril de 2019.

Durante a manhã, o museu convida à participação «nas divertidas pinturas faciais e nas caricaturas, e ainda a assistir aos momentos musicais com João Violão e o coro juvenil Ossónoba».

Comentários

pub
pub