Utentes concentram-se «em defesa da Linha do Algarve»

Utentes da Linha do Algarve «são confrontados diariamente com um serviço perigosamente condicionado pelas supressões constantes»

A Comissão de Utentes da Linha do Algarve promove na próxima quinta-feira, 10 de Janeiro, às 17h30, uma concentração de protesto, na Estação de Olhão da CP. 

Esta é uma iniciativa «em defesa da Linha do Algarve, infraestrutura fundamental do desenvolvimento transversal da região», mas que «enfrenta um dos piores momentos da sua história».

«No último ano, foram eliminados horários e suprimidos centenas de comboios. Os utentes da Linha do Algarve são confrontados diariamente com um serviço perigosamente condicionado pelas supressões constantes, os atrasos regulares, o mau estado das composições, o encerramento e abandono de estações» ou mesmo «a substituição de comboios por autocarros que efetuam apenas metade das paragens», diz a Comissão de Utentes.

«Se, com a entrada de cada novo ano, se reforçam forças e expetativas, façamos de 2019 o ano da viragem do transporte ferroviário», deseja a Comissão de Utentes.

O Governo já anunciou que, na segunda-feira, dia 7 de Janeiro, vai lançar um concurso público internacional para aquisição de novo material circulante, num total de 22 automotoras.

Comentários

pub
pub