Movimento político pede solução que permita atravessar o IC27 em segurança

«Esta é uma situação que merece uma solução urgente, porque estão em causa vidas humanas»

O Movimento Democrata Cristão do Baixo Guadiana (MDCBG) quer uma solução que permita aos peões «atravessar em segurança o IC27», na zona de Odeleite.

Em comunicado, o MDCBG diz que «o barramento da passagem aos peões, através de um separador central e de rede de proteção, não tem tido o efeito desejado, podendo este facto ser explicado pela inexistência de alternativas seguras para que, a população e os turistas que visitam Odeleite consigam aceder ao outro lado da IC27», onde será implantada a praia fluvial.

Portanto, para o fazer, as pessoas têm de atravessar a estrada, «colocando em perigo a sua vida e a de terceiros, sendo que são quase diários os relatos de situações de perigo». Em 2018, aliás, morreu uma pessoa naquela zona do IC27.

Por estes factos, o Movimento Democrata Cristão do Baixo Guadiana diz estar «solidário com a luta do povo de Odeleite que, desde há muito, pede uma solução para este problema».

«Já chega. Não estamos disponíveis para eternizar o problema. Esta é uma situação que merece uma solução urgente, porque estão em causa vidas humanas», diz Victor Hugo Palma, do MDCBG.

Comentários

pub
pub