Luta contra a violência doméstica inspira single lançado hoje por Susana Travassos

A música, que serve de antecipação para o primeiro álbum de originais da cantora algarvia, foi composta por Luísa Sobral

Susana Travassos lançou hoje o single “Não doeu”, uma canção composta por Luísa Sobral que chama a atenção para a violência doméstica. Este trabalho serve de antecipação ao novo álbum de originais da artista algarvia, “Pássaro Palavra”, que sairá no dia 22 de Fevereiro.

Este é o primeiro trabalho autoral, gravado em Buenos Aires, que conta com composições próprias e canções inéditas de Luísa Sobral, Melody Gardot e Mili Vizcaíno.

«Um dia Luísa ouviu-me cantar “La llorona”, um tema do cancioneiro mexicano, e disse-me que algum dia gostaria de compor uma canção assim para mim. Quando estava a pensar neste CD, a Luísa foi a primeira compositora que contactei e ela presenteou-me com este tema forte, que fala sobre a violência doméstica. Infelizmente um tema tão atual que precisa ser falado e combatido por todos», segundo Susana Travassos.

“Não Doeu” é «um tema forte e ao mesmo tempo delicado, de arranjos sofisticados, com uma letra subtil e ao mesmo tempo pungente, que narra o sentimento da mulher que permanece numa relação abusiva sem conseguir encontrar uma saída».

 

 

A música  surge como um alerta para um drama bem presente na sociedade contemporânea, tendo em conta que no mundo são mortas 137 mulheres por dia, vítimas de violência doméstica.

«Existem muitas mulheres nessa situação neste momento, esperamos que esta canção possa servir como um encorajamento para um pedido de ajuda», acrescentou a artista natural de Vila Real de Santo António.

O clip desta música foi dirigido pelo artista gráfico Poll Turrents e Carlos J. Marin, filmado em Barcelona, e está disponível para audição e download.

As instituições APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), União Brasileira de Mulheres, Instituto Nacional de Las Mujeres da Argentina e a Instituição Equatoriana PreViMujer – Prevención de la Violência contra las mujeres farão uso desta obra de arte e unem-se a este lançamento reconhecendo a relevância para a sensibilização desta problemática social.

Comentários

pub
pub