Diocese do Algarve dedica nova igreja do Rogil ao seu patrono São Vicente

Nova igreja fica no Rogil e custa 250 mil euros

O bispo do Algarve vai presidir à bênção e dedicação da primeira igreja dedicada a São Vicente, padroeiro principal da diocese, às 16h30 de 20 de Janeiro, em Rogil, Aljezur.

Na informação enviada à Agência ECCLESIA, o jornal ‘Folha do Domingo’ contextualiza que a igreja do Rogil, na Costa Vicentina, era «um anseio antigo dos rogilenses» e a sua construção teve início em 2012, com o lançamento da primeira pedra em Maio.

D. Manuel Quintas vai presidir à Eucaristia da solenidade do diácono e mártir São Vicente na igreja da comunidade do Rogil, da Paróquia de Aljezur.

Desde Outubro de 2011, a Missa dominical era celebrada num antigo supermercado mas, ao longo de 20 anos, a comunidade juntava-se para a Eucaristia num salão da junta de freguesia.

«A igreja, cujo custo de construção deverá ascender a mais de 250 mil euros (mais IVA), foi construída num terreno cedido pela Câmara de Aljezur a título gratuito em 2009 e foi apoiada pela autarquia em cerca de 55 mil euros para a construção e 15 mil euros para mobiliário», desenvolve o jornal diocesano.

São Vicente, padroeiro principal da Diocese do Algarve e padroeiro do Patriarcado de Lisboa, é simbolicamente representado por uma barca e um corvo, segundo a tradição que em 1173 as suas relíquias foram conduzidas numa barca desde o Cabo algarvio de São Vicente para Lisboa e veladas durante todo o trajeto por dois corvos.

O santo protetor e advogado das crianças, em Portugal, que também é representado com a palma, que simboliza o martírio, e o evangeliário foi proclamado padroeiro do Algarve por D. Francisco Gomes do Avelar, em 1794.

Comentários

pub
pub