Censura nas Artes no Estado Novo motiva exposição em Albufeira

Abertura vai contar com conferência da investigadora Maria João Raminhos Duarte

“O Que Ficou por Dizer – A Censura na Cultura e nas Artes-1936-1974″ é o título da exposição que o Arquivo Histórico de Albufeira, em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Autores, vai inaugurar no próximo dia 25, no Espaço de Extensão Cultural do Arquivo Histórico.

A exposição, que inclui textos, fotos e documentos, tem secções dedicadas a todas as áreas da cultura que sofreram durante décadas a ingerência da Censura.

Esta exposição pretende dar a conhecer o modo como a Censura afetou não só a cultura, como a vida dos portugueses de uma forma geral, abordando um período crítico da história portuguesa (1936-1974), quando «o Estado Novo, em nome dos interesses da ditadura, impôs aos portugueses um sistema caracterizado pela privação da liberdade de expressão».

Na inauguração desta exposição, vai ter lugar uma comunicação que tem como convidada uma das maiores investigadoras da área, Maria João Raminhos Duarte, investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa, cujo trabalho tem visado a ditadura e opressão que os algarvios sofreram durante a II República.

Esta exposição, que fica patente até 3 de Maio, pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 14h00. As visitas orientadas com marcação prévia, serão de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 16h30. Para o efeito, os interessados deverão contactar pelo telefone 289 599 630 ou pelo e-mail arquivo.historico@cm-albufeira.pt.

Comentários

pub
pub