Castelo e Casa do Sal de Castro Marim reabrem ao público

Numa primeira fase, a entrada nestes dois equipamentos será gratuita

A Casa do Sal e o Castelo de Castro Marim vão reabrir ao público este sábado, depois de terem encerrado no início do ano, no seguimento do encerramento da empresa municipal NovBaesuris. Estes espaços terão, «provisoriamente, entradas gratuitas», anunciou a Câmara.

O fecho destes e de outros equipamentos públicos de Castro Marim, logo após o encerramento da novBaesuris, que aconteceu a 31 de Dezembro, motivou uma troca de acusações entre o executivo municipal social-democrata e o PS, cuja vereadora na Câmara Célia Brito era a presidente da empresa municipal.

Se, por um lado, a autarquia acusou a administração da empresa de não disponibilizar «a informação e os meios necessários para concretização da pretensão pública à manutenção de certos serviços», Célia Brito assegurava que, se os serviços estavam fechados, a culpa era «toda do executivo».

Para já, abrem dois dos equipamentos em causa, mas ainda continuam por resolver as situações do Revelimd e Santo António e da Casa de Odeleite, que fecharam na mesma altura.

Por outro lado, e «a fim de honrar os compromissos assumidos com a Região de Turismo do Algarve e no sentido de prestar o melhor serviço à comunidade, à região e ao turista, o Posto de Informação Turística de Castro Marim, tutelado por essa entidade, é transferido, também temporariamente, para a Casa do Sal», segundo a Câmara de Castro Marim.

Comentários

pub
pub