Câmara de Aljezur aprova moção contra fecho da estação dos CTT

Estação dos CTT em Aljezur tem uma «grande importância para a população local»

A Câmara de Aljezur aprovou uma moção, apresentada por Rogério Furtado, vereador eleito pelo CDU, no passado dia 22 de Janeiro, contra o encerramento da estação dos CTT naquela vila algarvia. 

Na reunião foi aprovado o repudio contra o «encerramento da única estação dos CTT no concelho de Aljezur», exigindo-se «a sua manutenção e a melhoria dos seus serviços», como se lê na moção.

«Desde a privatização, a estratégia da administração da empresa tem prosseguido um caminho de desrespeito pelas obrigações a que está sujeita, no que respeita à qualidade do serviço prestado, e de aproveitamento da rede dos CTT para implantar um Banco a nível nacional», diz a moção.

«Os Correios não são um negócio. São um instrumento insubstituível para a coesão social, económica e territorial. O serviço postal deve estar ao serviço da economia e do desenvolvimento, com uma gestão que vise o equilíbrio económico-financeiro e o investimento na melhoria da qualidade de vida», acrescenta.

É que a estação dos CTT em Aljezur tem uma «grande importância para a população local» e o seu encerramento «acarretará prejuízos», conclui.

A Associação Terras do Infante, que junta Lagos, Vila do Bispo e Aljezur, e a Câmara de Lagoa já anunciaram que vão avançar com uma providência cautelar contra o encerramento das estações de correios de Aljezur, Praia da Luz (Lagos), Sagres e Carvoeiro (Lagoa).

Comentários

pub
pub