PALP promove festa em Faro para angariar fundos para luta judicial contra o petróleo

Ministério do Ambiente, ENI e GALP ainda não desistiram da exploração de hidrocarbonetos, pelo que PALP quer angariar fundos para a luta

Música, bazar, comes e bebes, magia, dança, poesia, contos, leilões e rifas preenchem o programa da Partycipa, a festa que a Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) promove no próximo sábado, dia 15, no Gimnásio Clube Farense, em Faro, das 16 às 24 horas, com entrada livre.

As atividades da festa destinam-se a angariar fundos para «uma luta judicial que pretende impedir a prospeção e exploração de hidrocarbonetos na Costa do Algarve», uma atividade que «o Ministério do Mar e ENI e GALP querem continuar», explica a PALP.

A festa começa com música ao vivo, com piano e saxofone, às 16h00, continua uma hora depois com a magia de Angel Deval. Para as 18h00, está prevista uma performance de alunos da Escola Secundária Tomás Cabreira, seguindo-se, às 19h00, declamação por Luis Ene.

Às 20h00, haverá mais música ao vivo, com Aueike, seguindo-se Felix Maria Woschek & Friends, que interpretarão Spirit Chants for Peace.

Os micro-contos de Fernando Guerreiro chegam às 22h00, para uma hora depois subirem ao palco os contadores de Histórias da Arca.

A festa termina às 23h00, com a atuação de Nanook.

Comentários

pub
pub