Homem detido por tráfico de pessoas no Alentejo

Vítimas viviam em «condições desumanas» e sofriam de carências alimentares

Um homem, de 40 anos, foi detido pela prática do crime de tráfico de pessoas no Alentejo. 

Segundo a Polícia Judiciária, «foram reunidos indícios sobre atividade suspeita, associada à angariação de mão de obra no Leste da Europa e exploração laboral».

As vítimas, homens e mulheres estrangeiros, respondiam a propostas de emprego para trabalhos agrícolas na região do Baixo Alentejo, através da Internet.

Só que, quando chegavam a Portugal, «ficavam privadas de documentação de identificação e de remuneração».

Além de sofrerem ameaças, viviam em «condições desumanas» e passavam fome.

«A realização de buscas permitiu apreender diversa documentação associada a fluxos financeiros provenientes da atividade, tendo sido possível, além da detenção do suspeito, constituir arguida uma mulher estrangeira e ainda uma pessoa coletiva», diz a PJ.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de apresentações bissemanais.

Comentários

pub
pub