Homem pagou férias em hotel de luxo de Vilamoura com cartões de crédito que não eram dele

Homem foi detido por crimes de burla informática e falsidade informática

Um homem suspeito de ter roubado dados de cartões de crédito que utilizou, durante o Verão, num hotel de luxo de Vilamoura, foi detido esta segunda-feira pelos crimes burla informática agravada e de falsidade informática.

Segundo o Ministério Público (MP), que ordenou a detenção, o homem terá feito transações bancárias no valor de mais de 100 mil euros, utilizando dados de cartões de crédito de outras pessoas.

A Polícia Judiciária, responsável pela detenção, adiantou, ainda, que o suspeito, de 22 anos, «acedeu a listagens bancárias, provenientes da China, Israel e Chile, com indicações sobre inúmeros cartões de crédito», informação que usou para fazer os pagamentos.

O detido vai ser apresentado hoje, no juízo de instrução criminal de Faro, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

O inquérito é dirigido pelo MP da 2ª secção de Faro do DIAP, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.

(Atualizada às 15h45 com informações avançadas pela Polícia Judiciária)

Comentários

pub
pub