É no Algarve que as pessoas menos utilizam telefone fixo

25% dos habitantes do Algarve dizem também que ter acesso a serviço televisivo é “irrelevante”

Os habitantes do distrito de Faro são os que menos utilizam o telefone fixo, em todo o país, de acordo com as últimas 30 mil simulações no comparador gratuito de pacotes de telecomunicações do “ComparaJá.pt”. 

Analisando as preferências por distrito, é possível perceber que é em Faro (58,8%) e em Bragança (57,7%) que os consumidores menos fazem uso do telefone fixo.

No extremo oposto está Portalegre, com 81,3% dos utilizadores a afirmarem utilizar o serviço para chamadas nacionais, mas apenas 2,5% para chamadas internacionais.

Açores (20,8%), Madeira (19,8%), Guarda (19,2%) e Bragança (19%) são as regiões em que os consumidores mais afirmam utilizar o telefone fixo para chamadas internacionais.

«Pese embora o telefone fixo esteja incluído na grande maioria dos pacotes contratualizados, regra geral com um elevado número de minutos gratuitos incluídos no plafond para chamadas nacionais e internacionais, 55% dos consumidores portugueses admite não utilizar o telefone fixo», diz o portal “ComparaJá.pt”

As chamadas nacionais são a utilização mais comum (34%), sendo que apenas 11 em cada 100 consumidores nacionais fazem uso do telefone fixo para comunicações internacionais.

No que à utilização da Internet diz respeito, Faro é o segundo distrito que menos usa internet para ir às redes sociais.

Setúbal (83,6%) e Faro (83,8%) apresentam  a finalidade de “Navegação e Redes Sociais” com uma preponderância mais reduzida. Estes números contrastam com Portalegre (96,1%), o distrito em que esta finalidade assume maior predominância.

Por sua vez, é nas regiões de Vila Real (9,8%) e Setúbal (9,2%) que o uso da Internet para “Streaming de Filmes e Séries” mais se evidencia. Desta feita, é em Portalegre (2,5%) que este tipo de utilização menos se destaca.

Já Guarda (7,7%), Aveiro (7,2%), Faro (7,2%) e Porto (7%) são os distritos em que existe um maior número de consumidores que afirma utilizar a Internet para “Jogar Online”. Por outro lado, voltam a ser os portalegrenses os que menos se evidenciam (1,4%) neste tipo de utilização.

A finalidade menos preferida dos portugueses é o “Streaming de Música”, existindo vários distritos com valores próximos de 0%. É em Beja (2,4%), Faro (1,6%) e Aveiro (1,4%) que este tipo de utilização tem mais adeptos.

A televisão, apesar de ter vindo a perder relevância para a Internet, continua a ser um dos serviços mais valorizados pelos portugueses: 42% consideram este serviço “importante” e 11% como “muito importante” na escolha do seu pacote de telecomunicações.

Olhando às preferências por região, 25% dos habitantes do Algarve dizem que ter acesso a serviço televisivo é “irrelevante”.

Os madeirenses são quem menos valoriza a TV (29% considera “irrelevante”). Os portalegrenses voltam a diferenciar-se com apenas 8% a considerar o serviço “irrelevante” e 83% a considerar “importante”.

É nos Açores que, proporcionalmente, mais consumidores afirmam que o serviço de Televisão é “Muito Importante” (22%) na escolha do seu pacote de telecomunicações.

Comentários

pub
pub