Cristóvão Norte diz que «Monchique já foi esquecido pelo Governo»

O deputado do PSD eleito pelo Algarve afirma que o Governo está a tratar as vítimas de Monchique «pior que as dos incêndios de 2017»

O deputado do PSD eleito pelo Algarve Cristóvão Norte acusou o Governo de já ter «esquecido» Monchique, ao não inscrever no Orçamento de Estado verbas para a revitalização económica do território que foi atingido pelo grande incêndio deste Verão.

Durante a audição do ministro da Agricultura e Floresta, no âmbito da discussão da proposta de Orçamento de Estado para 2019, o parlamentar algarvio defendeu que «o Governo está a falhar», acusando-o de tratar as vítimas «pior que as dos incêndios de 2017».

«Não lhes dá apoio integral na reconstrução com verbas públicas, como fez em 2017, nem adotou o regime de ajudas simplificadas, mas sim as candidaturas ao PDR, mais complexas. Deste modo as pessoas, muitas delas idosas, enfrentam um muro burocrático que lhes parece intransponível », considerou Cristóvão Norte.

O deputado social-democrata lembrou que, após o incêndio, «um desfile infindável de ministros fez juras de todo o apoio às vítimas, para que aquela comunidade se reerguesse».

«O primeiro-Ministro comprometeu-se com um programa para a reorganização económica da serra de Monchique, destacando a diversificação económica, o turismo, falando até do medronho e das questões apícolas. Passaram três meses, os holofotes já lá não estão, esqueceram aquelas pessoas no Orçamento de Estado 2019 e aquela vontade manifestada na altura esmoreceu», concluiu.

Comentários

pub
pub