PSD começa a “Pensar Portimão” com os olhos nas Autárquicas de 2021

Educação, Economia do Mar, Turismo e Mobilidade serão temas trabalhados

Abordar áreas estratégicas para o concelho, como a educação ou o turismo, e começar a preparar o programa para as Autárquicas de 2021. Estes são os objetivos da plataforma “Pensar Portimão”, iniciada pelo PSD local. 

Ou seja, o que a Comissão Política Concelhia do PSD vai fazer é «estruturar e compilar ideias sobre as áreas consideradas estratégicas para o Município, selecionadas previamente, nestes recentes meses de mandato, pela estrutura política mas com contributos dos militantes e dos simpatizantes portimonenses», explica em comunicado.

Nesta primeira fase da plataforma de trabalho, o PSD/Portimão irá iniciar com quatro temas em simultâneo e cada um terá um coordenador: Educação, Economia do Mar, Turismo e Mobilidade.

Assim, usando como exemplo a área da Educação, a equipa de trabalho irá numa primeira fase auscultar todas as Associações de Pais e Associações de Estudantes – nesta fase com colaboração da JSD – com objetivo de fazer um inventário das preocupações prementes e conhecer a fundo as preocupações das famílias e dos alunos.

Depois, numa segunda fase, pedirá audiências às direções dos Agrupamentos de Escolas para debater toda a informação recolhida de pais e alunos.

Finalizadas estas duas etapas, a Concelhia de Portimão do PSD já dirigiu uma missiva a David Justino, coordenador do Conselho Estratégico Nacional do PSD, para presidir à terceira e última fase: uma sessão pública de discussão sobre as conclusões da área da Educação, em data ainda a assinalar.

O processo será replicado em todas as áreas, como Economia do Mar, Turismo e Mobilidade «e nunca deixará de ouvir todas as partes», diz o PSD.

Quando ainda faltam cerca de três anos para o novo processo autárquico de 2021, o PSD de Portimão diz que «começa a preparar o processo autárquico de 2021 ao estruturar contributos junto da sociedade civil e das diversas entidades para, de forma positiva e proativa, preparar uma alternativa que possibilite uma escolha ampla dos portimonenses quando chamados a escolher e decidir qual o melhor projeto político».

Carlos Gouveia Martins, presidente da Concelhia do PSD/Portimão, considera que os processos autárquicos se iniciam «no dia imediatamente após as eleições e Portimão sabe que o PSD fê-lo desde 2 de Outubro de 2017».

«Temos vindo a trabalhar muito e bem, no terreno junto dos munícipes mas igualmente de forma acutilante e construtiva nas três freguesias, na Assembleia Municipal e nas reuniões de executivo onde temos o nosso vereador», diz.

«Só desta forma será possível, com tempo e trabalho sério com a sociedade civil e vários setores do município, apresentar um programa político sério que canalize a maioria da das escolhas dos portimonenses porque é nossa vontade construir uma melhor alternativa às que hoje existem no concelho», conclui.

Comentários

pub
pub